Olá!

Essa semana "Skam", uma série norueguesa, viralizou pela internet. O que me chamou a atenção foi a premissa unânime: "A NOVA 'SKINS' ATUAL".
"OKAY", pensei, "VAMOS VER SE É VERDADE". 
Surpresa: obviamente, como todos esperamos não é realmente uma "nova Skins", em minha opinião é melhor que Skins e vou explicar.

Essa título vem porque é uma série que se trata de adolescentes e que é direcionada ao público adolescente e que também mostra toda uma realidade e todo um conflito que se espera que iremos enfrentar nessa fase. Porém aqui vai minha justificativa a minha afirmação acima: Skam é uma série mais realista e aborda temas a ser pensados mais explicitamente.
"Skam" pode lembrar foneticamente muito "Skins", mas em uma tradução literal significa "vergonha". 
O seriado utiliza as temporadas como fonte para mostrar um pouco mais sobre cada personagem.
A primeira temporada fala mais sobre a Eva e sobre seu conflito consigo mesma e com seu relacionamento com Jonas. E por muitas vezes nos fez ver um outro lado da história (da qual não posso dizer senão é spoiler).


A segunda temporada já trata da Noora que tem sempre um pensamento formado e somente segue aquilo, essa temporada nos ensina como devemos dar uma chance as outras oportunidades e experiências. Além disso essa personagem é um ótimo  meio de notificar adolescentes para alguns assuntos mais sérios já que a Noora é toda desconstruída.


Se você estiver assistindo também até aí você pode ter achado a série ok, mudei toda minha concepção sobre quando a terceira temporada chegou. Essa mostra mais sobre o Isak e todo essa dificuldade que é se reconhecer, se descobrir e se afirmar como tal. 
Foi uma temporada que me mexeu de tal forma que até hoje eu fico pensando nela, porque sou uma pessoa muito sensível e retratou muitos assuntos delicados e dentro disso a depressão e bipolaridade. Sem falar que a temporada INTEIRA foi inspirada no filme adaptado de  "Romeo and Juliet" (aquele que o DiCaprio atuou e que matou várias pessoas do coração ao som de "Talk show host - Radiohead") e essa homenagem tem um significado que só quem assistir irá entender. E quando digo que foi inspirada não estou brincando: foram cenas, cenários e trilhas sonoras iguais, veja:

 



E em falar em trilha sonora a série é composta por muito Radiohead (que amo demais), Die Antwoord, Extreme e por muitas canções atuais.
É uma série de 2015 e por isso só tem 3 temporadas, estamos apenas no aguardo.
Espero que todos deem uma chance a essa série e que curtam demais. 
Beijos e até mais! <3


2 Comentários

  1. Oi, Érica!
    Tem um amigo meu que vive me indicando pra assistir essa série. Mas é que já assisto tantas hahaha
    Beijos
    Balaio de Babados
    Promoção Quatro Anos de Minhas Escrituras

    ResponderExcluir
  2. Ouvi falar bastante dessa série. Não sou de assistir muitas séries, tenho preguiça, hahahah, mas essa tá dando o que falar! Vi vários elogios sobre essa série.
    Não sabia que ela era tão antiga, quer dizer, não é tãão antiga assim, mas achei que era do ano passado, ou algo do tipo. E me surpreendeu a quantidade de temporadas, achei que estava arressem na 1ª temporada, hahaha
    Fiquei empolgada para assistir, mesmo assim. Talvez eu assista ela!
    Beijos!

    vexplorandomundos.blogspot.com

    ResponderExcluir