Oi, gente!

Resenha de hoje: A Monster Calls, de Patrick Ness e ideia original de Siobhan Dowd. A escritora faleceu em 2007, mas tinha alguns rascunhos do livro, os personagens, história, tudo. O que Patrick fez foi passar isso para o papel e realizar a ideia de Siobhan. E ele fez muito bem feito. Confere aqui a resenha:


Título Original: A Monster Calls || Páginas: 160 || Editora: Novo Conceito || Ano: 2016 || Autor: Patrick Ness || Sinopse: Conor é um garoto de 13 anos e está com muitos problemas na vida. A mãe dele está muito doente, passando por tratamentos rigorosos. Os colegas da escola agem como se ele fosse invisível, exceto por Harry e seus amigos que o provocam diariamente. A avó de Conor, que não é como as outras avós, está chegando para uma longa estadia. E, além do pesadelo terrível que o faz acordar em desespero todas as noites, às 00h07 ele recebe a visita de um monstro que conta histórias sem sentido. O monstro vive na Terra há muito tempo, é grandioso e selvagem, mas Conor não teme a aparência dele. Na verdade, ele teme o que o monstro quer, uma coisa muito frágil e perigosa. O monstro quer a verdade. Baseado na ideia de Siobhan Dowd, Sete minutos depois da meia-noite é um livro em que fantasia e realidade se misturam. Ele nos fala dos sentimentos de perda, medo e solidão e também da coragem e da compaixão necessárias para ultrapassá-los.

Histórias são criaturas selvagens. Quando você as solta, quem sabe o que podem causar?
Sabe aquilo de que "menos é mais"? 
Se aplica totalmente a esse livro, e eu não consigo pensar em nada mais apropriado para dizer quando alguém me pergunta sobre. É tocante, é sutil, e é curto. É aquilo: ele mostra o que propõe e vai embora. Quase que como o teixo que visita Conor no meio da noite, logo após o relógio bater a 00hr. 


Eu não tinha expectativa nenhuma quanto a Sete Minutos Depois da Meia-Noite, até porque não tinha lido nada a respeito. Aquele tipo de livro que está ali, nos rodeando, mas nunca conseguimos enxergar nada dele que nos faça encaixá-lo na lista de leituras. Como aconteceu com Tudo e Todas as Coisas, A Monster Calls caiu no meu colo e eu só fiz o que tinha que fazer. Li. Em menos de duas horas, o livro já estava finalizado, e eu estava ali, estatelada, pensando no que tinha acabado de ler. Em um momento do livro eu tive que parar e respirar, ou se não iria pular logo para a última página. Estava tensa demais com a revelação do livro, e senti meu coração acelerar. hahaha Acho que uma boa narrativa faz isso com a gente. E é maravilhoso.
Você sabe que sua verdade, a verdade que você esconde, Conor O'Malley, é o que você mais teme 
Sete Minutos Depois da Meia Noite conta com poucos personagens, mas cada um está ali para nos fazer ver e sentir algo. A mãe, avó, pai e o Harry, o valentão da escola que sempre está atrás do Conor, são inseridos na trama de forma que sabemos haver algo ali para ser provado. A mãe é o centro de tudo, é aquilo que inicia e finaliza o livro - e os sonhos de Conor com o monstro, assim como o pesadelo terrível que o garoto tem todas as noites quando fecha os olhos. A avó aparece como alguém detestável, e pelos olhos do Conor a sentimos distante e fria, mas, como eu disse, tudo tem um porquê e tudo está ali para uma finalidade. 

A Monster Calls é um livro sutil, encantador. Poucas vezes me senti aquecida ao ler um livro, e posso dizer que a maioria dessas já poucas vezes, foi com livros infantis fantásticos. O estilo da narrativa nesse gênero é forte, mas despretensiosa - com palavras no diminutivo e um olhar mais infantil sobre as coisas, quase nos levando nas mãos, fazendo ser impossível interromper a leitura - e não gostar do que lê. 

Existem livros que mexem com a gente e se tornam favoritos desde a primeira página. Sete Minutos Depois da Meia Noite é um desses livros. 

Leitura recomendada!

Se interessou? Compre o e-book ou o livro físico na AMAZON!

                                                           


6 Comentários

  1. Oi Renata, tudo bem?
    Eu recebi este livro no final do ano passado. Lembro que na época estava sendo muito comentado, mas por motivos que nem sei, ele ainda está aqui a espera da leitura. Espero gostar tanto da história quanto você. Ótima resenha.
    Bjus
    www.docesletras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você deve ler agora mesmo! É bem rapidinho, em algumas horas você finaliza. Espero que goste. Beijos!

      Excluir
  2. Oi Renata, tudo bem?

    Eu ainda não li o livro, mas tenho vontade, parece ser uma historia linda e tb quero conferir o filme!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se vir o filme antes de ler, será ótimo também. O filme é bem fiel!
      beijos

      Excluir
  3. Este é um daqueles livros que quero muito ler, está na minha wishlist <3
    Ainda não vi o filme, queria ler o livro primeiro.

    MRS. MARGOT

    ResponderExcluir
  4. Olá, Renata.
    Ao contrário de você eu estou com as expectativas lá em cima com esse livro porque já li várias resenhas dele e todas positivas. E agora fiquei sabendo do filme na Netflix, por isso preciso ler ele logo hehe. Espero me apaixonar pelo livro.

    Prefácio

    ResponderExcluir