Oi, gente! Como estão?

Sabe aquele livro que você queria tanto - tanto - amar e, no final das contas, levou um baque de dez metros de altura, porque o livro não foi isso tudo? ENTÃO! Desce mais pra ler minha resenha de Amor & Gelato e descobrir porque minha queda foi tão alta.
Título Original: Love & Gelato
Páginas: 320
Editora: Intrínseca
Ano: 2017
SinopseUm verão na Itália, uma antiga história de amor e um segredo de família
Depois da morte da mãe, Lina fica com a missão de realizar um último pedido: ir até a Itália para conhecer o pai. Do dia para a noite, ela se vê na famosa paisagem da Toscana, morando em uma casa localizada no mesmo terreno de um cemitério memorial de soldados americanos da Segunda Guerra Mundial, com um homem que nunca tinha ouvido falar. Apesar das belezas arquitetônicas, da história da cidade e das comidas maravilhosas, o que Lina mais quer é ir embora correndo dali.
Mas as coisas começam a mudar quando ela recebe um antigo diário da mãe. Nele, a menina embarca em uma misteriosa história de amor, que pode explicar suas próprias origens. No meio desse turbilhão de emoções, Lina ainda conhece Ren e Thomas, dois meninos lindos que vão mexer ainda mais com seu coração.
Uma trajetória que fará Lina descobrir o amor, a si mesma e também aprender a lidar com a perda.Amor & gelato é uma deliciosa viagem pelos mais românticos pontos turísticos italianos, com direito a tudo de mais intenso que o lugar tem a oferecer: desde paixões até corações partidos.


Está aqui uma resenha que eu não sei como começar.

Terminei o livro ontem à noite e até agora, 14h32 do dia seguinte, não sei como começar a falar. Amor & Gelato entrou na minha lista de QUERO no minuto em que eu vi a postagem da Intrínseca anunciando o lançamento. O que não gostar nesse livro, né? Um misteriozinho, Itália, essa capa que já nos faz querer ler as 320 páginas de uma só vez e uma escritora desconhecida por mim – adoro conhecer novas escritas, enfim! Tinha tudo para entrar no meu Top 10 do ano.

O pior é que tinha mesmo. A história é boa, as descrições sobre Florença são maravilhosas, as histórias contadas pelos personagens, sobre as obras de arte da Itália, sobre esse país tão rico em cultura, são ótimas! Mas a personagem principal… Ai. Meu. Deus. Foi aí que tudo começou a desmoronar. A Lina conseguiu ser menos interessante do que qualquer outro personagem do livro, e por estarmos “dentro” da cabeça dela, já que ela é a narradora do livro, tudo pelos olhos dela ficava mais… chato. Não consegui me conectar com as emoções dela, por serem tão robóticas em certas partes, e, mesmo passando por algo terrível como a recente morte da mãe, a também recente descoberta de quem pode ser seu pai, e estar num país estrangeiro rodeada do desconhecido, nada do que ela passou transmitiu para mim emoções verdadeiras, e por isso senti falta dessa conexão.

O personagem mais interessante do livro é o Howard, e ele mal aparece – quando aparece, a maior parte do tempo Lina não o trata de maneira adequada, chegando a ser rude em várias partes. Ren, o melhor amigo e depois interesse amoroso de Ren é o típico garoto legal, que faz tudo por você e, apesar de ter namorada, claro que ele vai andar para cima e para baixo com você, porque ele é legal! Thomas, outro interesse amoroso, está ali só para criar um clima chato entre Ren e Lina, a aparição dele é relâmpago; Addie, a melhor amiga de Lina, está lá nos Estados Unidos e só aparece por FaceTime, e não fez muita diferença, sinceramente; os outros personagens são bem, bem, bem secundários e não vale a menção.

Posso dizer com certeza que para mim o melhor do livro foram as partes do diário de Hadley, a mãe de Carolina, que está sendo lido pela personagem principal e nos dá uma ideia do que aconteceu pouco antes do nascimento da Lina. A Hadley era uma pessoa interessante, divertida, cheia de vida e vontade de viver, mas a Lina não tinha nada disso. Parecia mais uma personagem por fora do livro, só observando tudo. Uma pena, pois ela estava passando por experiências tão mistas, poderia ter sido uma personagem memorável, mas, se fica na memória, certamente não é pelas coisas boas.

Como eu falei no começo, o livro nos dá várias descrições de Florença, os pontos turísticos da cidade, a Ponte Vecchio, o Duomo, as esculturas espalhadas pela cidade. O Howard, sendo formado em história da arte, traz isso pra o leitor e torna o livro ótimo para quem é apaixonado pela Itália – praticamente qualquer pessoa. Esse é um ponto bom da leitura, embarcar na Europa e não ficar apenas nesse lenga-lenga dos pensamentos da Lina.
O livro ganharia duas estrelas, até as últimas páginas, quando adicionei mais uma pelo desfecho, embora previsível, adorável.

Uma leitura que, como eu disse no Skoob, eu odiei odiar.

Queria muito ter amado, mas fica para a próxima. O livro Love & Luck, que contará a história da Addie, melhor amiga da Lina, está previsto para ser lançado em 08 de maio de 2018. Vamos esperar e ver se a Jenna nos surpreende. O bom disso é que agora estou com expectativas abaixo de zero, então as chances de decepção são quase nulas. Como gostei da escrita da Jenna, não vou deixar Love & Luck de lado, então fico aguardando! 
Aqui está a sinopse e capa do segundo livro:

Addie está visitando a Irlanda para o super casamento de sua tia, e esperando parar de pensar sobre aquela coisa terrível que fez, que a deixou miserável e de coração partido — e ameaça seu futuro. Mas seu irmão, Ian, está decidido a não fazê-la esquecer, e a chateação do garoto leva a discussões e até briga de socos entre os irmãos antes inserparáveis. Infeliz, Addie não vê a hora de ir até a Itália visitar sua amiga, e deixar o irmão — e os problemas — para trás.
Então, quando Addie descobre um Guia, Irlanda Para Corações Partidos, escondido nas prateleiras empoeiradas da livraria do hotel, ela finalmente consegue sair um pouco de sua mente e esquecer o que aconteceu com o irmão.
É aí que seus planos de viagem mudam. De repende, Addie se encontra em uma tour pela Ilha das Esmeraldas, presa no menor veículo do mundo com Ian e seu maravilhoso e lindo amigo Irlandês, Rowan. Conforme os três passam pelas paisagens de tirar o fôlego, incontáveis castelos e florestas saídas de um conto de fadas, Addie espera que seu Guia cure não apenas seu coração partido, mas também repare a rachadura em sua relação com o irmão.
Isso se eles não se perderem completamente pelo caminho.

SOBRE A AUTORA:


Jenna Evans Welch passou parte da adolescência em Florença, onde passeava de scooter, dançava em chafariz e tomava mais gelato do que deveria. Hoje em dia ela mora em Salt Lake City, nos Estados Unidos, com o marido e o filho.




É isso, gente! 
Até a próxima. xoxo

Um Comentário

  1. precision turned components and parts

    Sanjay Precision is one of the leading industry in India, provider best machine components like VMC Turned components, CNC Turned components, Turned Bushes and Brass pins etc at the affordable price.

    ResponderExcluir